Trabalhar com Redirecionamento: 3 dicas que podem te ajudar!

Hoje eu quero compartilhar com você algumas dicas para te ajudar a trabalhar com redirecionamento. Eu acredito que redirecionamento tem tudo para ser uma excelente fonte de renda, ou melhor, para ser a sua única fonte de renda. Mas quando falo sobre o assunto com algumas pessoas, muitas delas não sabem nem mesmo por onde começar ou como de fato atuarem com o redirecionamento de mercadorias.

Então é sobre isso que eu quero bater um papo com você hoje. Quero compartilhar dicas que eu acredito que verdadeiramente vão te ajudar no processo de início e caso você já tenha começado, a aperfeiçoar ainda mais o seu trabalho e, consequentemente, a melhorar o atendimento oferecido ao seu cliente e o seu faturamento.

O serviço de redirecionamento e de redirecionador de mercadorias vem crescendo muito, sobretudo, pelas ferramentas digitais que conectam pessoas em diferentes países. Muito conhecem o sobre o processo de importação, mas sobre o redirecionamento, muitas dúvidas acabam surgindo.

Se você mora nos Estados Unidos ou em qualquer outro país e está pensando em trabalhar com redirecionamento é preciso primeiramente ter em mente no que consiste esse trabalho e essa é uma das primeiras dicas para te ajudar a trabalhar com redirecionamento.

3 dicas para te ajudara trabalhar com redirecionamento

Para que você consiga trabalhar com redirecionamento, você precisa entender o papel desse profissional. Por quê? Porque não consiste apenas em receber as mercadorias do cliente na sua casa e despachá-las para ele.

Em tese, se fosse contextualizar o conceito de redirecionamento, seria basicamente o cliente, que pode estar no Brasil ou em qualquer lugar do mundo, que decide comprar produtos em lojas que não entregam os produtos em sua localidade.

Você recebe os produtos e faz efetivamente o redirecionamento. E aqui temos o famoso pulo do gato e uma das dicas para te ajudar a trabalhar com redirecionamento.

Não é uma questão de apenas reencaminhar as mercadorias para o cliente, é necessário conhecimento sobre as melhores formas de envio. Ao ter atenção quanto a maneira correta de enviar o produto, você evita causar prejuízos ao cliente, reduzindo as chances de taxação alfandegária.

Se o redirecionador não souber como trabalhar o reenvio dos produtos para o cliente, o mesmo pode favorecer a taxação alfandegária de todos os produtos adquiridos e causar um enorme prejuízo para o cliente. O que além de causar uma tremenda dor de cabeça, vai literalmente te queimar no mercado.

Em relação ao envio das mercadorias, uma dica é enviar em uma única caixa várias compras de um mesmo cliente. Isso reduz as chances de taxação individual.

Outra dica importante é evitar o aproveitamento das embalagens originais dos produtos que são comumente chamativas e podem facilmente serem barradas na alfândega.

Assessore bem os seus clientes

Se você prestar um bom atendimento será uma via de mão dupla que favorece tanto o seu cliente, quanto o seu próprio negócio.

Por exemplo, muitos clientes têm interesse em produtos importados, sobretudo, pelo preço mais convidativo, quanto pela variedade que não é comumente encontrada em outras localidades, mas há inúmeras dúvidas sobre o processo de redirecionamento.

Quando você se dedica para o adequado assessoramento do cliente, as chances de erros ocorrerem e atrasarem todo o processo são reduzidas.

Por exemplo, as compras devem ser feitas no nome do próprio cliente para que cheguem a sua residência claramente identificadas. Além disso, há a maneira correta de preenchimento do endereço.

Sem contar que há momentos melhores para comprar determinados produtos devido a determinadas promoções que ocorrem em algumas lojas em datas especiais e você pode compartilhar isso com o cliente.

Por exemplo, para os clientes muitas dessas datas são desconhecidas, mas o varejo, sobretudo, americano possui uma série de datas comemorativas que se revertem em promoções muito atrativas.

Ter esse relacionamento com o cliente auxilia bastante o processo de redirecionamento e a confiança entre as partes. Para se trabalhar com redirecionamento e ter sucesso, a confiança é uma parte importante que falarei logo abaixo.

Esteja nas redes sociais

Hoje, se você está tentando ter um negócio próprio, em qualquer que seja o segmento e não está nas redes sociais saiba que você terá poucas chances de ter sucesso.

No caso do redirecionamento, se você não está nas redes sociais, você está fadado ao fracasso. A menos que você tenha uma lista de amigos muito grande, você não terá chances.

Isso porque, ao contrário de outros setores, por exemplo, você não tem o contato próximo com as pessoas que são o público-alvo do seu negócio. Não é como um estabelecimento comercial que invariavelmente alguém vai passar na frente e ver.

Você precisa estar nas redes sociais e precisa usar as redes sociais a seu favor. Digo isso porque caso você esteja nas redes, mas não saiba usá-las de maneira adequada, as chances de dar certo serão reduzidas.

Divulgue feedbacks positivos

Muito sabemos sobre o processo de importação de produtos. Mas o redirecionamento é algo novo e consequentemente as pessoas têm muitas dúvidas sobre o assunto e ficam inseguras quanto ao serviço.

Uma maneira de otimizar as suas redes sociais é compartilhar feedback de clientes satisfeitos com os serviços oferecidos por você.

Além de passar segurança para os potenciais clientes que você pode atrair através das redes, você valoriza os clientes atendidos. Acaba sendo uma via de mão dupla extremamente vantajosa.

E convenhamos, não dá o menor trabalho. Basta apenas replicar as mensagens ou repostar as fotos divulgadas pelos seus clientes.

Claro que caso você tenha algum feedback negativo, se faz fundamental considerá-lo para melhorar o serviço oferecido e igualmente para não perder o cliente que precisa de assistência.

 

Ganhar dinheiro trabalhando de casa: é possível?

Ter uma renda extra todo mês é algo que ninguém dispensa, ainda mais quando pode ser feito no conforto do seu lar. Aqui eu gostaria de falar sobre como ganhar dinheiro trabalhando de casa, neste caso para quem está morando ou viajando fora do país.

Você sabe o que é redirecionamento de compras? De forma resumida, este é um serviço muito procurado por quem deseja adquirir algum produto em sites americanos, mas que não são entregues no Brasil.

Ao contratar uma empresa ou profissional que atua com o redirecionamento de compras, o consumidor recebe um endereço americano para finalizar a sua aquisição e o produto será entregue neste local. Uma pessoa irá receber o produto, preparar a encomenda e enviá-la para o Brasil.

O que é um redirecionador de compras?

Sabendo disso, é o redirecionador de compras que fica como responsável por receber as mercadorias no país de origem. Depois ele as encaminha para o comprador no Brasil ou em outros países que não recebem a entrega destes sites.

Esta pessoa irá cuidar de toda a parte logística do envio, preparando a embalagem correta para o transporte, incluindo no pacote quaisquer recibos e outros documentos relacionados à compra e aquisição do produto.

Lembrando que o redirecionador cuida, normalmente, apenas do recebimento do produto em solo internacional e pelo seu envio. O valor de compra, garantias, declaração na alfândega e outras burocracias ficam por conta do contratante do serviço.

Como ganhar dinheiro trabalhando de casa sendo um redirecionador de compras?

Para se tornar um bom redirecionador de compras, seja por conta própria ou trabalhando como parceiro para alguma empresa especializada, existem algumas características e critérios que fazem toda a diferença na hora de cativar clientes e receber indicações:

Responsabilidade 

Esta é, sem sombra de dúvidas, a principal característica que uma pessoa precisa ter para trabalhar com este tipo de prestação de serviços, afinal você estará recebendo produtos comprados por outras pessoas.

Disponha-se para receber os produtos na data de entrega correta, assim como tenha uma boa organização para não misturar ou confundir os produtos de clientes diferentes. E não deixe que outras pessoas manuseiem as compras, para evitar que sejam danificadas.

Uma boa dica é sempre fazer fotos dos produtos no momento da entrega, antes do preparo para o envio ao Brasil, por exemplo. Assim como da embalagem que está sendo despachada, para dar mais segurança e tranquilidade ao cliente.

Orientação

Mesmo que a sua obrigação seja apenas o recebimento e envio de mercadorias, é interessante que se tenha o conhecimento legal básico sobre o envio de encomendas para os países de destino, afim de orientar a pessoa que contratá-lo.

Um bom diferencial é dar orientações sobre sites confiáveis, como preencher a compra da forma correta para que chegue até seu endereço, vantagens e desvantagens de fretes. Entre outras dicas que irão aumentar a satisfação do consumidor com o serviço contratado.

Armazenamento

Outro ponto importante para um redirecionador de compras é o espaço de armazenamento e organização as mercadorias no endereço de entrega, antes do despacho para o Brasil e outras localidades.

Este deve ser um local seguro, com acesso restrito apenas para quem irá manusear as mercadorias para o trabalho, para evitar problemas como produtos danificados.

Outras dicas importantes para redirecionar compras

Fretes

Uma dúvida que irá sempre surgir para quem está fazendo uma compra no exterior e deseja contratar este tipo de serviço, são as diferenças entre as opções de frete e os valores de cada um.

É importante auxiliar o contratante neste momento, guiando-o para aquele tipo de envio que tenha o melhor custo x benefício.

Como é ele quem arca com este valor, o melhor é ajudá-lo a encontrar uma opção mais em conta. Mas que também tenha mais segurança na hora de realizar o transporte, para evitar que a mercadoria seja danificada durante o transporte.

Contatos

Apesar de não trabalhar diretamente com a venda de produtos, algumas estratégias de comercialização podem ser empregadas dentro do redirecionamento de produtos, como a construção de uma rede de contatos de clientes.

Sempre que um cliente utilizar o serviço, peça permissão para salvar o seu contato (como WhatsApp, redes sociais ou e-mail). Aproveite e divulgue para ele oportunidades de compras que podem acabar passando desapercebidas.

Isto pode ser feito principalmente em datas de grande movimento em sites. Como a Black Friday e Cyber Monday, onde é possível comprar produtos ainda mais baratos através dos sites americanos.

Sempre que enxergar uma oportunidade de venda de produtos, indique para estes consumidores, pois pode haver aí a oportunidade de uma recontratação dos serviços.

Brasil x EUA 

A cultura de vendas no Brasil é diferente da dos EUA, e por isso é sempre bom saber se o contratante está atento a estas mudanças de um país para o outro.

Uma diferença, por exemplo, é que sites americanos não costumam disponibilizar formas de pagamento parceladas para produtos.

Outra situação que costuma pegar muitas pessoas de surpresa é que, mesmo pela internet, estas compras precisam ser feitas através de um cartão do tipo internacional. Nem todas as pessoas possuem um.

Preços 

Quando um redirecionador de compras não trabalha como parceiro de uma empresa, ou possui liberdade para negociar valores, é preciso levar em consideração alguns fatores antes de passar o preço de seu serviço para um cliente.

O primeiro, claro, é o valor do produto que ele irá pagar através do site americano; em segundo vem o valor do frete e outros encargos alfandegários encontrados na hora que o produto chega ao Brasil.

Por último, é o valor que ele irá pagar pelos seus serviços como redirecionador de compras. Além de cobrar pela sua mão de obra, alguns profissionais costumam oferecer serviços extras que são cobrados à parte.

Isto pode ser através de uma embalagem diferenciada, testagem de produtos ou até pelo tempo de armazenamento dentro do endereço internacional antes do envio. Como nos casos em que uma pessoa realiza mais de uma compra em sites diferentes e opta por apenas um envio para seu país.